Clique no ítens abaixo e veja as perguntas mais frequentes.

Essa página será atualizada sempre que necessário.

Questionamento 01

Questionamento:

Considerando a possibilidade de manter o edifício existente total ou parcialmente, pergunto se não seria possível disponibilizar mais dados sobre o mesmo: planta, dimensões gerais, etc.

Qual o real valor histórico da desativada indústria presente ali no terreno? Ela deve ser preservada?

A respeito da preservação da edificação como memória: o novo empreendimento pretende readequar e integrar a antiga construção (fábrica) às instalações habitacionais? Do contrário, poderá ser totalmente demolido sem prejuízo à avaliação da proposta? Ou ainda, pode-se manter parcialmente a estrutura existente como elemento de memória?

Gostaria de saber se a estrutura existente deverá sem aproveitada, demolida ou se não existem diretrizes neste sentido.

Resposta:

A construção não constitui unidade de preservação, nem unidade de interesse de preservação.

Esta proposição sobre a preservação fica livre aos participantes.

Incluiremos uma planta básica de levantamento das edificações existentes nas bases, e também será possível visitá-las no dia 02/03/2019.

Questionamento 02

Questionamento:

Para ter acesso aos arquivos e detalhes para elaboração do projeto, é necessária inscrição? Consigo obter acesso antes de enviar o formulário e efetuar pagamento?

Vamos participar do concurso! E gostaríamos de saber se vocês disponibilizam

a planta topográfica e a guia amarela do terreno!

estou precisando locacao e situacao do terreno concurso edificio residencial bairro agua verde curitiba pr obrigado

Estou providenciando a documentação.

Ao mesmo tempo, estou com dificultadas para acessar a página. Me retorna uma mensagem avisando que a conta precisa de aprovação, entretanto, não recebi nenhum email para tanto.

Resposta:

As bases completas estão disponíveis na área restrita ao participante, que terá acesso após ter sua inscrição homologada – ver edital.

No portal do concurso é possível acessar livremente o edital, termo de referência e outras informações.

Lembramos que o valor integral do valor da inscrição é repassado para a TETO, uma organização que atua em 19 países da América Latina, que busca superar a pobreza em que vivem milhões de pessoas nas comunidades precárias, por meio do engajamento comunitário e da mobilização de jovens voluntários e voluntárias.

Questionamento 03

Questionamento:

Como profissional autônomo, também existe a possibilidade de participar do concurso?

Sou arquiteta e possuo CAU. Não tenho CNPJ. Posso participar do concurso?

Para se inscrever é necessário ter uma empresa de arquitetura, ou é possível ser autônomo?? Sendo assim, teria como inscrever uma equipe ou apenas 1 profissional?

Minha amiga e eu somos arquitetas autônomas, com o registro do cau regularizado e gostaríamos de estar participando do concurso.

Poderíamos estar participando mesmo não possuindo uma empresa e não sendo sócias?

Eu tenho meu registro  no CAU, porém não tenho empresa nem razão  social. Como vou conseguir me inscrever para pode participar do concurso?

Resposta:

A inscrição é em nome de arquitetos e urbanistas formalmente cadastrados como responsáveis técnicos de sociedades com objeto social de prestação de serviços de arquitetura e urbanismo, em situação regular perante o CAU  – ver item 5 do edital.

No caso de você não possuir empresa, nossa sugestão é que busque parcerias com empresas de arquitetura formalizadas, formando equipes para participação no concurso.

A composição da equipe somente será indicada na entrega dos trabalhos e pode conter outros integrantes, inclusive equipe multidisciplinar, consultores em engenharia, estagiários, estudantes, livremente.

Questionamento 04

Questionamento:

Gostaríamos de saber como funcionaria para o caso de unir participantes pertencentes a escritórios diferentes (com diferentes CNPJs).

Resposta:

A inscrição deve ser feita em nome de um profissional responsável por uma das empresas.

Na entrega dos trabalhos existe uma ficha de identificação onde podem inserir todos os nomes participantes da equipe.

Questionamento 05

Questionamento:

Meu escritório é MEI-Micro Empresa Individual.  Ela seria admissível para o desenvolvimento do projeto executivo?

Não encontrei nenhuma anotação contrária no edital.  Considerando o valor do contrato, penso que nada impediria.

Resposta:

O edital indica a necessidade de empresa registrada no CAU.

Como ainda não existe a possibilidade de MEI arquiteto e urbanista, não estamos aceitando a inscrição desta maneira.

Nossa sugestão é que se busque parcerias com empresas de arquitetura formalizadas, formando equipes para participação no concurso.

Questionamento 06

Questionamento:

Bom dia, quando no edital fala da conta tração do serviço para o ganhador , está escrito que vai ser contratado o “projeto executivo de arquitetura e serviços correlatos”. O que são esses “serviços correlatos” exatamente? E se o objeto do concurso é um anteprojeto e o que vai ser contratado é um projeto executivo, como ficará a contratação do projeto básico ou projeto legal?

Sobre o concurso que vocês estão realizando, tenho uma dúvida. No Item 14, Contratação do Vencedor, o contrato será de R$ 80.000,00 para o vencedor referente aos projetos executivos de arquitetura e serviços correlatos. 

O que seriam esses serviços correlatos? São os projetos complementares de hidráulica, elétrica e etc?

No edital do concurso diz que a empresa vencedora será contratada para fazer o projeto de arquitetura e ¨serviços correlatos” .Não está claro o que sejam estes serviços correlatos. Seriam os projetos complementares? Visitas em obra?

Resposta:

Nas bases restritas está a minuta do contrato.

O objeto é o projeto arquitetônico, compatibilização em BIM e aprovação do Alvará de Construção.

Questionamento 07

Questionamento: 

Achei bem interessante a ideia do concurso e como também a Teto, gostaria de fazer parte dessa ONG. Não sou ainda arquiteta, mas sou estudante de arquitetura e tenho muito interesse de fazer parte de ações sociais como essa, implantar a idéia aqui na minha cidade.

Resposta:

Você pode se informar no próprio site da TETO:

www.techo.org/brasil/

Clicando em: Como participar?

Questionamento 08

Questionamento:

Gostaria somente de saber se os membros da equipe precisam estar vinculados à empresa participante (sem contar o responsável técnico, que deve ser vinculado).

No caso, eu possuo um escritório de arquitetura devidamente regularizado, com suas obrigações em dia. Gostaria de convidar uma arquiteta (com CAU) que não faz parte da sociedade e um arquiteto recém formado (que ainda não tem CAU) para serem colaboradores. É possível?

Se não for possível formar essa equipe, posso representar meu escritório, sozinho?

Vendo o edital fiquei com uma duvida. Possuímos membros na equipe que irão desenvolver o projeto como co-autores e que não possuem vinculo no contrato social da empresa pois trabalham como arquitetos autônomos.

Gostaria de saber se é obrigatório o vinculo na empresa de todos os arquitetos/projetistas/estagiários atuantes no projeto ou somente de um dos arquitetos e os demais não.

O item 5.1 do edital diz que poderão ser participantes do concurso “exclusivamente arquitetos e urbanistas”, isso para efeito de inscrição, correto? Ou dentro da equipe também?

Resposta:

A inscrição é em nome de arquitetos e urbanistas formalmente cadastrados como responsáveis técnicos de sociedades com objeto social de prestação de serviços de arquitetura e urbanismo, em situação regular perante o CAU  – ver item 5 do edital.

A composição da equipe somente será indicada na entrega dos trabalhos e pode conter outros integrantes, inclusive equipe multidisciplinar, consultores em engenharia, estagiários, estudantes, livremente.

Questionamento 09

Questionamento:

Escrevo porque gostaria de participar do concurso mas tem um problema, ainda estou registrando meu escritório junto ao cau, deve ser homologado meu registro junto ao cau, mês que vem mas ainda não tem uma data precisa, gostaria de saber se somente com a inscrição, é possível acessar o conteúdo do concurso, com relação a planta do local, todas as informações necessárias para fazer o projeto.

Caso, não seja possível isto, é possível homologar a inscrição e enviar o “registro de quitação de pessoa jurídica depois?

Resposta:

Podemos abrir uma exceção e liberar o acesso com o envio parcial da documentação que você já possui.

O prazo para envio da documentação completa para homologação é até o dia 15/03.

Questionamento 10

Questionamento:

Quando o termo de referência descreve que a edificação deverá ser feita em alvenaria convencional, tijolo maciço é considerado como alvenaria convencional pela organização do concurso?

Resposta:

O sistema de alvenaria convencional tem estrutura em concreto armado e vedações em tijolos independentes da estrutura, isto que deve ser obedecido.

Questionamento 11

Questionamento:

Somos em 07 Arquitetos, que juntos, vamos participar do concurso. Como proceder?

Resposta:

A inscrição fica no nome de um dos profissionais, que deve ter vínculo com a empresa.

Na entrega o restante da equipe deve ser identificada – ver item 9 do edital.

Questionamento 12

Questionamento:

Boa tarde, teria algum telefone ?

pois tenho duvidas sobre os documentos solicitados:

não achei boleto e nem conta bancaria para fazer o pagamento.

Resposta:

O canal de comunicação é através deste e-mail.

Na página de inscrição – https://www.weefor.arq.br/inscricao/ – no texto acima do formulário está o link que direciona para o site de pagamento da inscrição. Basta acessar.

Questionamento 13

Questionamento:

Minha vinculação com a empresa participante é no formato de parceria – não possuo nenhum documento formal.

Como devo prosseguir?

1) haveria a possibilidade de alterar o nome do arquiteto responsável na inscrição?

2) haveria a possibilidade de emitir uma carta do sócio parceiro?

3) preciso necessariamente realizar um novo preenchimento do formulário? Sendo assim, é possível utilizar o comprovante do boleto já pago?

Resposta:

Conforme item 5.1 do edital:

“O Participante deverá possuir vínculo formal com a sociedade de arquitetura e urbanismo indicada, compondo seu quadro social, como integrante do corpo técnico ou mediante contrato celebrado com a sociedade, devendo informar tal vínculo no momento da homologação da inscrição, quando deverá comprovar o vínculo mediante a apresentação dos competentes documentos atualizados.”

Desta forma você tem duas opções:

1 – Alterar o nome nome do responsável para o nome do responsável técnico da empresa, e participar da equipe de desenvolvimento. Na divulgação vai a equipe, então é uma maneira fácil sem nenhuma contestação.

2 – Você pode apresentar contrato registrado de prestação de serviço ao escritório, comprovando seu vínculo ao escritório, e apresentar a documentação do escritório e seu registro do CAU.

Não existe possibilidade de devolução do valor da inscrição, uma vez que é uma doação feita diretamente à TETO.

Questionamento 14

Questionamento:

Não recebi nenhum e-mail com login e senha para acessar a área restrita. Como devo proceder?

Resposta:

Você deve utilizar o nome de usuário e senha criados por você durante o preenchimento do formulário de inscrição.

Questionamento 15

Questionamento:

Estive lendo o material do concurso e fiquei me questionando, se a intenção é que os próprios arquitetos avaliem qual a tipologia e programa ideal para o bairro em questão, ou se eventualmente existe em algum lugar e que tenha me fugido à atenção, uma listagem do programa de necessidades, número de dormitórios, tipologias, metragens quadradas e etc. 

Resposta:

Consulte o edital e termo de referência, disponíveis em www.weefor.arq.br/concurso

Questionamento 16

Questionamento:

Boa tarde, percebemos divergencia entre a área real do lote e área que consta na guia amarela, provavelmente igual a que consta no registro de imóveis.

Seria possível fornecer o memorial descritivo do lote que consta no registro de imóveis ou ao menos confirmar a área de registro legal.

Resposta:

Deverá ser considerada a área real conforme levantamento, a retificação da documentação está em andamento.

Questionamento 17

Questionamento:

Tenho tentado realizar o login no site para acessar o material disponível para o concurso, mas não consigo faze-lo e recebo uma mensagem de que minha conta ainda está pedente de aprovação.

Já fiz o pagamento à TETO e não entendo o que está acontecendo.

Como devo proceder?

Resposta:

Conforme item 6.1 do Edital, o acesso à área restrita, com o login e senha criados durante o preenchimento do formulário de inscrição, é liberada após a homologação da inscrição.

Para homologação o candidato deverá enviar a seguinte documentação, em formato PDF ou JPEG:

a) Comprovante de regularidade do Participante junto ao CAU/BR mediante apresentação de “Certidão de Registro e Quitação de Pessoa Física”.

b) Comprovante de regularidade da sociedade de arquitetura e urbanismo indicada junto ao CAU/BR mediante apresentação de “Certidão de Registro e Quitação de Pessoa Jurídica” da empresa indicada.

c) Comprovante de inscrição e de situação cadastral no CNPJ da sociedade de arquitetura e urbanismo indicada.

d) Comprovante do vínculo formal do participante com a sociedade de arquitetura e urbanismo indicada, na forma indicada no formulário de inscrição.

e) Comprovante do pagamento da taxa de inscrição. 

Questionamento 18

Questionamento:

Boa noite, minha dúvida é em relação a área total a ser construída.

O coeficiente de aproveitamento máximo é de 2,5, e a área do terreno é 1.383,60 m2.

Multiplicando 2,5 x 1.383,60, temos 3.459 m2, porém no programa de necessidades, dentro do termo de referência, é citada a área construída de 5.255 m2. Está correta está informação?

Resposta:

Sim, a informação está correta pois existem inúmeras áreas não computáveis para o coeficiente de aproveitamento.

Consulte os anexos da Portaria 80, no item de Habitação Coletiva, para verificar estes parâmetros.

Questionamento 19

Questionamento:

No termo de referencia está escrito que as unidades de até 2 quartos deverão ter de 50 a 55m2 e as de até 3 quartos de 70 a 75m2. Estas áreas incluem as paredes da unidade ,correto ?

O termo tambem diz que todas as unidades devem ter varanda. A varanda deve estar dentro destas áreas estipuladas para cada unidade ou poderá ultrapassar estes valores?

Resposta:

As áreas das unidades foram indicadas como privativas, incluindo paredes e varandas.

Questionamento 20

Questionamento:

Segundo a legislação de curitiba é possivel avançar com balanços sobre o recuo frontal em até 1,20m. Esta regra também vale para os afastamentos laterais? 

Resposta:

Não, o avanço em balanço vale apenas para recuo frontal.

Questionamento 21

Questionamento:

Gostaria de saber se somos livres para propor mais de uma torre ou se, necessariamente, teria que ter apenas uma torre.

Resposta:

A proposição é livre, desde que respeitada a legislação e o termo de referência.

Questionamento 22

Questionamento:

Na taxa de ocupação Guarita, beirais e pergolados devem ser considerados?

Áreas comuns e de recreação contam no coeficiente?

Vazio ou pé direitos duplos, shafts e similares como considerar no coeficiente?

Resposta:

Consulte os anexos da Portaria 80, no item de Habitação Coletiva, para verificar estes parâmetros.

Este anexo também indica a legislação complementar que pode ser consultada.

A Prefeitura Municipal de Curitiba também pode esclarecer dúvidas através do Plantão Técnico da Secretaria Municipal do Urbanismo – http://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/plantao-tecnico-smu/456.

Questionamento 23

Questionamento:

Boa tarde, verificamos na guia amarela a possibilidade de compra de potencial construtivo e acréscimo de 06 para 08 pavimentos.

Gostaríamos de entender se para o cálculo da área e número de unidades solicitados a compra de potencial construtivo foi considerada pois não encontramos anda referente nas bases do concurso.

Resposta:

Sim, foi considerada compra de potencial, do contrário não seria possível chegar na área pretendida de 5.255 m2.

Questionamento 24

Questionamento:

Ao analisar os documentos disponibilizados em “bases do concurso” percebemos que há uma divergência na metragem quadrada do lote.

GUIA AMARELA:  1.272,00 m²

DWG:  1.383,60 m²

TERMO DE REFERÊNCIA: 1.383,60 m²

PDF: 1.383,60 m²

Resposta:

Utilizar a área real conforme levantamento – 1.383,60 m2.

A retificação da documentação já está em andamento.

Questionamento 25

Questionamento:

Gostaria de participar em equipe cujo responsável técnico possui cnpj regular, no entanto, no momento a sua empresa está inativa. Podemos dessa forma nos inscrever?

Resposta:

A empresa deve atender todos os requisitos do edital e apresentar documentação completa e válida até o dia 15/03.

Questionamento 26

Questionamento:

Em relação à quantidade de pavimentos, é possível considerar Térreo + 8 pavimentos?

Resposta:

O térreo conta como pavimento construído e computável de acordo com a legislação da PMC.

Questionamento 27

Questionamento:

Ao consultar a Guia Amarela e o Zoneamento da cidade percebemos uma incongruência a respeito da densidade máxima.

A densidade máxima definida na diretriz é de 80 habitações / ha, o que permitiria um máximo de 11 habitações. No entanto o concurso visa 51 unidades habitacionais. 

Já o zoneamento diz que a área de intervenção tem densidade máxima é de 200 UHs/ha, que pro nosso terreno dá um pouco mais que 30UHs, bem abaixo do necessário

Entramos em contato com o (retirado nome) do  do IPPUC e ele nos confirmou que para este terreno a densidade seria de 200UHs/ha e não 80. De qualquer forma estaríamos abaixo do que pede o concurso.

Verificamos que os empreendimentos vizinhos na R. Pará, 870; R. Amazonas, 691 e R. Amazonas, 677 aparentam ter um número maior de unidades, daí a nossa questão: seria possível aumentar esse parâmetro mediante o pagamento de outorga onerosa?

Como conseguiremos justificar as 51 UHs para esse empreendimento?

Outra dúvida: a guia amarela também permite o comércio e serviço vicinal e de bairro com área máxima construída de 200m² e o uso comunitário 1 também com área máxima de 200m². Gostaria de saber se estas áreas são comulativas ou excludentes. É possível construir um comércio de 200m² e um uso comunitário também de 200m² no térreo do mesmo terreno? Ou é necessário observar um limite total de 200m² para o comércio, serviço e comunitário?

Resposta:

Basta consultar a Guia Amarela para verificar que o parâmetro de densidade máxima se aplica APENAS para habitações unifamiliares e habitações unifamiliares em série.

O objetivo do projeto é um edifício residencial – habitação coletiva – logo este parâmetro não se aplica.

Questionamento 28

Questionamento:

Existe alguma informação quanto a como serão visualizados os projetos? As pranchas serão impressas, projetadas num telão ou mostradas numa TV ou monitor?

Resposta:

Esta definição dependerá da quantidade de trabalhos entregues e da estrutura disponível, a cargo da coordenação da comissão julgadora.

Questionamento 29

Questionamento:

Gostaria de saber se há interesse em áreas comerciais no edifício.

Resposta:

A proposição é livre, desde que sejam atendidas as áreas residenciais desejadas.